Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

TUF 23: LHWs e WSWs - Joanna Jędrzejczyk VS Claudinha Gadelha

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 5 de 5]

Será que a Joana vai ser a pior treinadora de todas as edições?
Porque vai ser difícil superar o Vanderley Silva...


_________________
Fedor do pride e affliction > John Jones > George St Pierre > José Aldo > Shogum do pride > Dan Henderson na lhw do strikeforce > Co-Crop > Wanderley Silva do pride > Vitor Belfor fazendo trt > Cristiane Ciborg > Chuck Lidell > Lioto Machida > Kasushi Sakuraba antes do Wand > Anderson Silva sério > BJ Penn na lw antes do Frank Edgar > Renan Barão > Ronda Rousey > Chad Mendes > Igor Vovichanchy antes de perder pro Mark Coleman > Demetrios Johnson na flw > Hector Lombard no belator
Ver perfil do usuário
BetoSalazar escreveu:Será que a Joana vai ser a pior treinadora de todas as edições?
Porque vai ser difícil superar o Vanderley Silva...
Não acho que o Wandeco foi o pior de todos. Uma porque no TUF 3 ele foi muito bem contra o Sonnen (ganhou metade das primeiras lutas e botou um campeão na final). E outra porque no TUF 1, apesar de ter ganho só uma luta inicial, o Jason acabou campeão.

Em termos de resultados, acho que o Rampage foi pior... no TUF 7 só dois lutadores do time dele passaram pras quartas de final e CB Dollaway só foi pra final porque o Jesse Taylor é uma mula. E no TUF 10 só o Marcus Jones passou das primeiras lutas e acabou parando na semifinal.
BJ Penn também nunca botou um lutador do seu time em final apesar do TUF 5 ser um dos mais cultuados pelos fãs até hoje.


_________________
GSP, mesmo não sendo mais campeão, vai derrotar qualquer um que aparecer. Ele perderá quando enfrentar Matt Brown porque perdeu pra Hughes e Serra.

Carlos Condit rumo à cinta da WW! Lawler VS Condit II pra ontem!

Status atual: torcendo pra criarem a categoria cruzador (até 106kg ou 235lbs) no UFC porque é muita diferença de peso entre LHW e HW, pro UFC abrir mais categorias femininas e pro UFC voltar a ter concorrentes de peso tipo o WEC, o PRIDE e o Strikeforce. Ray Sefo e Scott Coker, tamo junto! Reebok, pro inferno!

Khabib Nurmagomedov será o primeiro campeão russo do UFC. Isso é, se o UFC for justo e ele deixar de ser de vidro.

TUF de FLYs, aí sim!

MMA é o esporte mais previsível onde imprevistos acontecem, porque não importa se a luta é entre Matt Hamill e Ryan Bader ou entre Rashad Evans e King Mo, ou então entre Fedor Emelianenko e Joe Kavey ou entre Jon Jones e Craig Allen: fechou o cage, qualquer um dos dois pode ganhar.
Ver perfil do usuário
Trecho do TUF 23 onde Abdel Medjedoub conversa com esposa no telefone. Ele fala pras câmeras que a esposa deu ultimato para ele voltar pra casa e deixar competição, não quis falar qual o assunto (limitou-se a dizer que era pessoal) e diz que não merece a esposa que tem: http://www.mmaweekly.com/video-real-life-made-its-way-into-tuf-23-house-abdel-medjedoubs-wife-gives-ultimatum


_________________
GSP, mesmo não sendo mais campeão, vai derrotar qualquer um que aparecer. Ele perderá quando enfrentar Matt Brown porque perdeu pra Hughes e Serra.

Carlos Condit rumo à cinta da WW! Lawler VS Condit II pra ontem!

Status atual: torcendo pra criarem a categoria cruzador (até 106kg ou 235lbs) no UFC porque é muita diferença de peso entre LHW e HW, pro UFC abrir mais categorias femininas e pro UFC voltar a ter concorrentes de peso tipo o WEC, o PRIDE e o Strikeforce. Ray Sefo e Scott Coker, tamo junto! Reebok, pro inferno!

Khabib Nurmagomedov será o primeiro campeão russo do UFC. Isso é, se o UFC for justo e ele deixar de ser de vidro.

TUF de FLYs, aí sim!

MMA é o esporte mais previsível onde imprevistos acontecem, porque não importa se a luta é entre Matt Hamill e Ryan Bader ou entre Rashad Evans e King Mo, ou então entre Fedor Emelianenko e Joe Kavey ou entre Jon Jones e Craig Allen: fechou o cage, qualquer um dos dois pode ganhar.
Ver perfil do usuário
Em performance dominante no grappling, que é sua especialidade, Eric Spicely por UD marca a quinta vitória do time de Claudinha Gadelha ao bater Elias Urbina IV.

O episódio começa com Dana White conversando com Abdel Medjedoub, que é autorizado por ele em caráter de exceção a sair do programa, resolver os problemas com a esposa e depois voltar. Dana White tomou essa decisão porque não queria fazê-lo escolher entre o casamento e a participação no programa.

Entre Medjedoub sair e voltar, o programa mostra Urbina se dizendo pronto pra lutar. Ele é irmão do ex-TUF 19 Hector Urbina, que atualmente está marcado para enfrentar George Sullivan no On FOX 20 (encabeçado por Holly Holm e Valentina Shevchenko). Joanna admite que Spicely é um ótimo grappler e orienta Urbina a manter a luta em pé na trocação, mas não parece muito confiante com a vitória dele.

Urbina e Khalil Rountree decidem sacanear com as garotas e colocam talco de bebê nos secadores de cabelo. Em retaliação, as moças jogam talco em lutadores que estavam na hidromassagem. Myron Dennis se assusta quando Rountree pula pra fora da banheira.

Dana White informa que Rountree ou Dennis, os dois primeiros a perder dentro da casa, terão segunda chance caso Medjedoub não volte, mas dentro de poucos dias ele retorna e diz pras câmeras que as coisas estão resolvidas.

No dia da luta, com ambos bem sossegados, Urbina diz que não está preocupado com o grappling de Spicely, que por sua vez diz que quer manter a luta no striking. Mas não é isso que acontece, porque nos dois rounds Spicely mochilou em Urbina e dominou os dois rounds.

O episódio termina com Claudinha Gadelha anunciando que sua lutadora Amanda Bobby Cooper irá enfrentar Jamie Moyle, ambas com extenso cartel no MMA amador. Gadelha diz que está animada com a luta, enquanto Joanna diz a Moyle que será uma luta fácil.

http://www.sherdog.com/news/articles/TUF-23-Recap-Episode-6-105495


_________________
GSP, mesmo não sendo mais campeão, vai derrotar qualquer um que aparecer. Ele perderá quando enfrentar Matt Brown porque perdeu pra Hughes e Serra.

Carlos Condit rumo à cinta da WW! Lawler VS Condit II pra ontem!

Status atual: torcendo pra criarem a categoria cruzador (até 106kg ou 235lbs) no UFC porque é muita diferença de peso entre LHW e HW, pro UFC abrir mais categorias femininas e pro UFC voltar a ter concorrentes de peso tipo o WEC, o PRIDE e o Strikeforce. Ray Sefo e Scott Coker, tamo junto! Reebok, pro inferno!

Khabib Nurmagomedov será o primeiro campeão russo do UFC. Isso é, se o UFC for justo e ele deixar de ser de vidro.

TUF de FLYs, aí sim!

MMA é o esporte mais previsível onde imprevistos acontecem, porque não importa se a luta é entre Matt Hamill e Ryan Bader ou entre Rashad Evans e King Mo, ou então entre Fedor Emelianenko e Joe Kavey ou entre Jon Jones e Craig Allen: fechou o cage, qualquer um dos dois pode ganhar.
Ver perfil do usuário
Com primeiro round bem equilibrado em pé e segundo round com Jamie Moyle sendo dominada no chão e com direito a corte profundo no rosto, Amanda Bobby Cooper vence por estranha decisão majoritária em luta de dois rounds e abre vantagem de 6-0 para o time de Claudinha em cima do time de Joanna.

O episódio começa com a controvérsia criada por Joanna ao dizer para Moyle que "ABC" era uma luta fácil.

TJ Dillashaw aparece para dar uma ajuda ao time de Joanna, o que ele considerou uma honra. Moyle se anima para treinar com ele, porque ela diz que o estilo dela é parecido com o do ex-campeão BW. Ela está determinada a dar a primeira vitória ao time de Joanna.

À noite, Khalil Rountree aparece chorando no jardim. Seu pai faria aniversário naquele dia se estivesse vivo - Rountree conta que em 1992, quando seu pai era manager de artistas como Boyz II Men e New Edition, ele foi assassinado por ladrões que o roubaram do lado de fora do hotel onde ele estava hospedado enquanto acompanhava um dos artistas em turnê.

Enquanto isso, Cooper diz que quer muito lutar com Moyle e diz que prefere manter a luta em pé, mesmo sendo faixa roxa de BJJ. Mais tarde, ela lê algumas cartas de amigos e familiares que escreveram pra ela antes do programa. Ela se anima com as mensagens e conta que seu pai era boxeador profissional.

Depois Dana White deixa os lutadores curtirem um pouco Las Vegas. Eles são levados ao espetáculo Absinthe, em cartaz no Roman Plaza e que é uma comédia com performances acrobáticas. Josh Stansbury é escolhido para subir ao palco e arrasta Myron Dennis com ele. Ambos tiram parte das roupas, mas ninguém sofre PT por conta de bebedeira. Depois disso, algumas imagens da pesagem e da preparação tanto de Moyle quanto de Cooper, e vão direto pra luta.

O primeiro round é bem apertado, praticamente todo em pé, com Cooper mantendo bem a distância. Após Moyle conseguir derrubar em um single leg, Cooper tenta uma kimura mas desiste da finalização. Round que poderia ir pra qualquer uma das duas.

Já o segundo round começa na trocação mas logo Moyle derruba de novo. Ela passa quase um minuto e meio na meia-guarda sem fazer muita coisa até que Cooper consegue a posição de 100kg sem dominância. Elas acabam de pé e se grudam em um clinch, onde Cooper abre um corte profundo perto do olho de Moyle na base da cotovelada. Com isso, Moyle tenta levar a luta pro chão mas não consegue. Round claro para Cooper.

Com ambos os times achando que tinham levado a luta e os juízes laterais deixando claro que haveria terceiro round, no final eles decretam vitória de Cooper por decisão majoritária - um viu empate e dois viram vitória de Cooper. Joanna fica brava e tenta falar com os juízes, mas é ignorada. Com o time dela em silêncio, o time de Claudinha dança e canta em comemoração, e Dana White diz que devia ter o terceiro round.

Antes de anunciar que obviamente a próxima luta LHW será entre seu atleta problemático Abdel Medjedoub e o lutador do Team Joanna, Josh Stansbury, Claudinha alfineta Joanna dizendo a ambas as equipes que não existe luta fácil. Com isso, a última luta da rodada, após o próximo episódio, será entre Ashley Yoder e Katie Jackson, caso ocorra tudo como previsto.

http://www.sherdog.com/news/articles/TUF-23-Recap-Episode-7-105735


_________________
GSP, mesmo não sendo mais campeão, vai derrotar qualquer um que aparecer. Ele perderá quando enfrentar Matt Brown porque perdeu pra Hughes e Serra.

Carlos Condit rumo à cinta da WW! Lawler VS Condit II pra ontem!

Status atual: torcendo pra criarem a categoria cruzador (até 106kg ou 235lbs) no UFC porque é muita diferença de peso entre LHW e HW, pro UFC abrir mais categorias femininas e pro UFC voltar a ter concorrentes de peso tipo o WEC, o PRIDE e o Strikeforce. Ray Sefo e Scott Coker, tamo junto! Reebok, pro inferno!

Khabib Nurmagomedov será o primeiro campeão russo do UFC. Isso é, se o UFC for justo e ele deixar de ser de vidro.

TUF de FLYs, aí sim!

MMA é o esporte mais previsível onde imprevistos acontecem, porque não importa se a luta é entre Matt Hamill e Ryan Bader ou entre Rashad Evans e King Mo, ou então entre Fedor Emelianenko e Joe Kavey ou entre Jon Jones e Craig Allen: fechou o cage, qualquer um dos dois pode ganhar.
Ver perfil do usuário
Oitavo episódio do TUF 23, e pela primeira vez o time de Joanna ganha uma luta. Josh Stansbury vence Abdel Medjedoub - esse mesmo, o que foi autorizado a sair para resolver questões familiares - por decisão majoritária em luta de dois rounds (19-19 e duplo 20-18).

O episódio começa com o time de Claudinha treinando. Ela está confiante de que pode ser a primeira treinadora a vencer todas as lutas preliminares e sente que Medjedoub pode levar o programa. Nisso, Cory Hendricks - que foi o último escolhido por Gadelha e trouxe a primeira vitória para o time - lesiona ombro esquerdo e pescoço.

Stansbury sente que está com todo o peso nas costas para trazer a primeira vitória ao Team Joanna, que por sua vez o orienta a se manter na trocação e botar pressão de treino. Ele diz para as câmeras que acredita que Medjedoub venha com psicológico abalado por conta dos problemas fora do programa.

Dois dias depois, Claudinha entra no vestiário e vê Hendricks em posição de tartaruga, de tanta dor que está sentindo. Ele diz que não consegue dormir com dor, não relaxa se estiver agoniado e não pode treinar. Ele é durão e diz que vai lutar quando chegar sua vez, mas Jamie Moyle, que treina com ele e Khalil Rountree na Syndicate MMA, está preocupada. Um especialista em medicina asiática vem até a casa e usa várias técnicas em Hendricks. Claudinha e os outros treinadores do seu time vão ver como ele está, dizendo que não vão conseguir dormir sem vê-lo, mas ele se sente muito melhor.

Rola a pesagem entre Stansbury e Medjedoub e já muda pra hora da luta.

Ambos começam trocando golpes e logo se pegam no clinch. Medjedoub defende tentativas de arremesso de Stansbury e trocam joelhadas até serem separados. A luta vai pra trocação franca até que Stansbury tenta novamente um arremesso e é fortemente golpeado na cabeça. Medjedoub erra uma tentativa de single-leg e acaba tendo que defender uma guilhotina em pé. Ele tenta quedar várias vezes mas Herb Dean os separa novamente. A luta acaba com ambos trocando socos na cara e chutes nas pernas. Primeiro round que pode ir pra qualquer um.

Segundo round começa com Medjedoub acertando uma canelada nas costelas de Stansbury. Eles circulam um pouco e Medjedoub consegue acertar um bom direto no queixo de Stansbury que não se abala. Eles trocam mais golpes e voltam a se pegar no clinch.

Stansbury erra uma tentativa de queda e dá um chute na cabeça de Medjedoub quando ele se afasta. Ele cai e Stansbury aproveita para montar e bater o máximo que pode, meio desesperado - tanto que acaba se acertando. Ambos estão exaustos faltando dois minutos para o fim do round e continuam trocando golpes em pé e a luta acaba com ambos no clinch trocando golpes e joelhadas. 10-9 Stansbury fácil.

Joanna anuncia a luta remanescente, que será entre sua atleta Ashley Yoder e Kate Jackson.
(nota do Sherdog: Jackson não foi vista e nem falada durante todo o programa até agora, desde que venceu Irene Cabello Rivera por TKO no segundo round e foi a segunda escolha do time de Gadelha)
(nota do Metal com informações tiradas do Sherdog: em 2013, Jackson enfrentou Joanna e perdeu no segundo round)


E nas cenas do próximo episódio, mostram Hendricks recebendo o resultado da ressonância magnética, a preparação tanto de Claudinah quanto de Joanna para suas lutas, e Dana White decidindo quem enfrenta quem nas semifinais.

http://www.sherdog.com/news/articles/TUF-23-Recap-Episode-8-106177


_________________
GSP, mesmo não sendo mais campeão, vai derrotar qualquer um que aparecer. Ele perderá quando enfrentar Matt Brown porque perdeu pra Hughes e Serra.

Carlos Condit rumo à cinta da WW! Lawler VS Condit II pra ontem!

Status atual: torcendo pra criarem a categoria cruzador (até 106kg ou 235lbs) no UFC porque é muita diferença de peso entre LHW e HW, pro UFC abrir mais categorias femininas e pro UFC voltar a ter concorrentes de peso tipo o WEC, o PRIDE e o Strikeforce. Ray Sefo e Scott Coker, tamo junto! Reebok, pro inferno!

Khabib Nurmagomedov será o primeiro campeão russo do UFC. Isso é, se o UFC for justo e ele deixar de ser de vidro.

TUF de FLYs, aí sim!

MMA é o esporte mais previsível onde imprevistos acontecem, porque não importa se a luta é entre Matt Hamill e Ryan Bader ou entre Rashad Evans e King Mo, ou então entre Fedor Emelianenko e Joe Kavey ou entre Jon Jones e Craig Allen: fechou o cage, qualquer um dos dois pode ganhar.
Ver perfil do usuário
Como assim a menina ainda não apareceu, mermão?


_________________
Fedor do pride e affliction > John Jones > George St Pierre > José Aldo > Shogum do pride > Dan Henderson na lhw do strikeforce > Co-Crop > Wanderley Silva do pride > Vitor Belfor fazendo trt > Cristiane Ciborg > Chuck Lidell > Lioto Machida > Kasushi Sakuraba antes do Wand > Anderson Silva sério > BJ Penn na lw antes do Frank Edgar > Renan Barão > Ronda Rousey > Chad Mendes > Igor Vovichanchy antes de perder pro Mark Coleman > Demetrios Johnson na flw > Hector Lombard no belator
Ver perfil do usuário
BetoSalazar escreveu:Como assim a menina ainda não apareceu, mermão?
Eu não estou assistindo porque não tenho como, mas como esse TUF parece ser bem mais interessante que algumas outras edições, estou toda semana traduzindo o PBP que o Sherdog faz do episódio.

Realmente não lembro da Kate Jackson ser mencionada em nenhum outro episódio - tirando o primeiro, quando teve a luta dela e a escolha dos times - e apesar das mancadas que o Sherdog dá, isso não é o tipo de coisa que eles escrevem gratuitamente.

O que deve ter acontecido com ela é justamente o que aconteceu com o Ricardo "Demente" Abreu no TUF 3, que fora as duas vezes em que lutou, mal apareceu no resto do programa.


_________________
GSP, mesmo não sendo mais campeão, vai derrotar qualquer um que aparecer. Ele perderá quando enfrentar Matt Brown porque perdeu pra Hughes e Serra.

Carlos Condit rumo à cinta da WW! Lawler VS Condit II pra ontem!

Status atual: torcendo pra criarem a categoria cruzador (até 106kg ou 235lbs) no UFC porque é muita diferença de peso entre LHW e HW, pro UFC abrir mais categorias femininas e pro UFC voltar a ter concorrentes de peso tipo o WEC, o PRIDE e o Strikeforce. Ray Sefo e Scott Coker, tamo junto! Reebok, pro inferno!

Khabib Nurmagomedov será o primeiro campeão russo do UFC. Isso é, se o UFC for justo e ele deixar de ser de vidro.

TUF de FLYs, aí sim!

MMA é o esporte mais previsível onde imprevistos acontecem, porque não importa se a luta é entre Matt Hamill e Ryan Bader ou entre Rashad Evans e King Mo, ou então entre Fedor Emelianenko e Joe Kavey ou entre Jon Jones e Craig Allen: fechou o cage, qualquer um dos dois pode ganhar.
Ver perfil do usuário
Nada a ver, Metal, o Demente aparecia direto...

Acho que ele apareceu mais até que o Warley que ganhou o programa.


_________________
Fedor do pride e affliction > John Jones > George St Pierre > José Aldo > Shogum do pride > Dan Henderson na lhw do strikeforce > Co-Crop > Wanderley Silva do pride > Vitor Belfor fazendo trt > Cristiane Ciborg > Chuck Lidell > Lioto Machida > Kasushi Sakuraba antes do Wand > Anderson Silva sério > BJ Penn na lw antes do Frank Edgar > Renan Barão > Ronda Rousey > Chad Mendes > Igor Vovichanchy antes de perder pro Mark Coleman > Demetrios Johnson na flw > Hector Lombard no belator
Ver perfil do usuário
Claudinha Gadelha termina a fase preliminar do TUF dando um 7 a 1 em Joanna Jędrzejczyk com a vitória de Kate Jackson por decisão unânime sobre Ashley Yoder.

O episódio começa com cenas do episódio anterior e cenas de treinos de ambas as equipes. Cory Hendricks, que havia lesionado ombro esquerdo e pescoço, diz que está bem melhor. Ele treina somente a parte de cardio e de chutes, sem fazer sparring. Ele foi desencorajado mas diz que é a chance de uma vida. Dana White está preocupado e já avisa pros outros ficarem de sobreaviso pro caso de precisarem entrar no lugar dele.

Após isso, Ashley Yoder conta para o pessoal da casa como seu irmão morreu em um acidente de moto. Ela conta que passou de carro pelo acidente, viu a moto destruída e um corpo coberto por um lençol, e mesmo sem vê-lo, sentiu que era seu irmão ali debaixo. Ela se emociona ao dizer que quando foi ao hospital, teve a confirmação.

Nos treinos, Yoder parece muito bem. Joanna passa instruções pra ela vencer Kate Kackson analisando não só a luta de JAckson para entrar na casa, como também de quando ambas se enfrentaram em 2013.

Jackson também é mostrada treinando e contando da luta contra Joanna. Claudinha orienta ela a levar a luta contra Yoder pro chão.

Após isso, o médico Jeffrey Davidson vai ao vestiário e mostra os resultados da ressonãncia magnética de Hendricks. Ele diz que não é hérnia de disco e orienta o lutador a continuar fazendo a terapia física por 4 dias, para ele ter melhor dimensão sobre a lesão e dizer se ele pode ou não lutar.

Dana White conta pro público que Claudinha e Joanna irão se enfrentar na final do programa, e mostra imagens de treinos de ambas. Claudinha faz uns treinos na Xtreme Couture, conta um pouco de sua história e fica nervosa ao falar de como foi roubada na primeira luta delas. Enquanto isso, Joanna treina com Robert Drysdale, que é multicampeão de BJJ e também foi campeão absoluto no ADCC de 2007. Ela provoca Gadelha dizendo pra câmera “Bitch, I’m going to cut your head. July 8. Be ready.”, o que dá pra traduzir como "Piranha, vou arrancar sua cabeça. 8 de julho. Esteja preparada."

Após a pesagem e aquecimentos, a luta começa.

Elas começam trocando alguns golpes e quando Ashey Yoder erra uma joelhada, Kate Jackson leva a luta pro chão. Yoder acaba acertando um chute ilegal no rosto de Jackson mas não há dedução de pontos. Yoder tenta um triângulo e uma rasteira, mas acaba tomando socos de Jackson. Yoder mantém a guarda fechada mas apanha cada vez que a abre. Ela também tenta um armlock que não dá certo e a luta fica morna no chão, tanto que Big John McCarthy pede mais ação. Jackson está com o nariz sangrando e nisso acaba o round, com ela perdendo um armlock e tomando uma de esquerda. Primeiro round, Jackson por 10 a 9.

Elas trocam socos e Yoder se afasta após tomar uma joelhada na barriga. Elas se pegam no clinch Jackson dá mais duas joelhadas, mas erra um single-leg. Elas continuam no clinch, Jackson tenta derrubar, consegue mas acaba ficando com o braço esquerdo preso em Yoder. Big John bota as duas em pé de volta e Yoder está exausta. Ela tenta um low kick e Jackson a prensa de volta na grade. Faltando um minuto e meio, elas se separam e voltam ao centro do octógono como em início de luta. Jackson também está cansada, mas ainda está trocando bem, solta alguns jabs e um low kick que em nada ameaçam Yoder. O round termina com ambas no clinch e Jackson aplicando uma joelhada que é bloqueada. Outro 10-9 para Jackson, que vence por decisão unânime.

Claudinha e Joanna batem boca no corredor e nisso Dana White anuncia as semifinais:

Andrew Sanchez VS Eric Spicely
Amanda Bobby Cooper VS Lanchana Green
Tatiana Suarez VS Kate Jackson
Cory Hendricks VS Josh Stansbury (o único Team Joanna nas semifinais)

O episódio acaba com imagens de Hendricks agonizando de dor e uma prévia do desafio dos treinadores, que provavelmente será uma batalha em um campo de paintball.

http://www.sherdog.com/news/articles/TUF-23-Recap-Episode-9-106493


_________________
GSP, mesmo não sendo mais campeão, vai derrotar qualquer um que aparecer. Ele perderá quando enfrentar Matt Brown porque perdeu pra Hughes e Serra.

Carlos Condit rumo à cinta da WW! Lawler VS Condit II pra ontem!

Status atual: torcendo pra criarem a categoria cruzador (até 106kg ou 235lbs) no UFC porque é muita diferença de peso entre LHW e HW, pro UFC abrir mais categorias femininas e pro UFC voltar a ter concorrentes de peso tipo o WEC, o PRIDE e o Strikeforce. Ray Sefo e Scott Coker, tamo junto! Reebok, pro inferno!

Khabib Nurmagomedov será o primeiro campeão russo do UFC. Isso é, se o UFC for justo e ele deixar de ser de vidro.

TUF de FLYs, aí sim!

MMA é o esporte mais previsível onde imprevistos acontecem, porque não importa se a luta é entre Matt Hamill e Ryan Bader ou entre Rashad Evans e King Mo, ou então entre Fedor Emelianenko e Joe Kavey ou entre Jon Jones e Craig Allen: fechou o cage, qualquer um dos dois pode ganhar.
Ver perfil do usuário
Andrew Sanchez, do time de Claudinha Gadelha, é o primeiro finalista do TUF 23, após nocautear companheiro de equipe na casa Eric Spicely no primeiro round.

Já na reta final do programa, o episódio começa com uns flashbacks da última semana e com Cory Hendricks treinando pesado mesmo com os problemas no ombro e pescoço - basicamente treinando com um braço só. Ele está disposto a continuar, mas também não vai forçar se a dor ficar insuportável. Claudinha tenta convencê-lo a não lutar desse jeito e diz que o UFC irá contratá-lo mesmo assim pela força de vontade, mas sem sucesso.

Nisso Dana White entra na casa e diz que vai levar todo mundo pra uma noitada porque gosta de todo mundo ali. Eles vão ao Brooklyn Bowl, uma balada voltada para o rock n' roll, comem bem e festejam bastante. Claudinha fica irritada de ver como Joanna Jędrzejczyk parece querer ser a estrela, como se o crédito da noitada fosse dela.

Ainda na festa, Hendricks continua com dores e não consegue se divertir como queria. Ele diz pras câmeras que não vai lutar a semifinal, no treino do dia seguinte ele confirma isso e Claudinha fica aliviada. Dana diz que um substituto será anunciado para enfrentar Josh Stansbury. Há especulação na casa a respeito de quem volta e Dana chama Claudinha e Joanna para informar que ele decidiu por Khalil Rountree, que foi o primeiro adversário de Hendricks dentro da casa e é do time de Joanna. Claudinha concorda e diz que é uma decisão sábia, já que Rountree fez a primeira luta da casa e foi finalizado justamente por Hendricks. Dana também diz que colocará Hendricks para lutar no TUF 23 Finale, acreditando que até lá ele esteja 100% recuperado.

Porém, no treino do Team Joanna, é revelado que Rountree volta mas Stansbury fica bravo por ter que enfrentar logo um companheiro de time ao invés de outro (parece que ele esqueceu que o único remanescente do Team Claudinha é justamente o Abdel Medjedoub que ele venceu).

Mais tarde, Claudinha diz que não está conseguindo dormir porque será a primeira vez que ela terá que ver dois de seus lutadores se enfrentando. Andrew Sanchez e Eric Spicely não estão confortáveis com a situação.

Depois, há o desafio dos treinadores. Os dois times chegam a uma área de terra batida, onde tem gruas, dois tanques de vidro cheios de água (aproximadamente 3 metros de altura cada tanque) com uma plataforma em cima de cada tanque, a +- 2 metros de altura deles, e um alvo fixo no chão. Ninguém sabe o que é a prova, e Dana White antes de explicar, diz que é a batalha dos treinadores mais insana de todas as edições do TUF. Cada uma das técnicas fica em uma plataforma e, lá de cima, alternadamente vão atirar bolinhas com uma bazuca nesse alvo. Ganha quem marcar 100 pontos primeiro e quando alguém acertar o centro do alvo, a adversária cai no tanque de água - que além da água contém cerca de 25kg de gelo dentro. Claudinha derruba Joanna três vezes no tanque e Joanna derruba Claudinha duas, mas a brasileira sai vitoriosa. No final do desafio, Dana White faz um desafio á Claudinha: ele sobe na plataforma de Joanna (ele que tem um medo lascado de altura) e propõe que se ela acertar o alvo em 3 tentativas, ela leva mais 5 mil dólares além dos 10 mil que já tinha conseguido, e cada um dos lutadores de seu time leva mais 500 dólares além dos 1500 que já haviam ganhado. Ela acerta o alvo e Dana também cai no tanque de água gelada.

Depois mostra tanto Spicely quanto Sanchez batendo o peso facilmente e é hora da luta.

Após ambos circularem no cage, Sanchez acerta um bom overhand de direita em Spicely que não consegue se recuperar. Spicely toma mais uma de direita antes de entrar no clinch. Ele toma uma joelhada na barriga, se afasta e Sanchez continua batendo até o árbitro encerrar a luta em menos de um minuto com Spicely encolhido e apanhando em posição de tartaruga.

O episódio acaba com cenas de Amanda Bobby Cooper e Lanchana Green se preparando para a luta, mas aparentemente "ABC" terá dificuldades para bater o peso.

http://www.sherdog.com/news/articles/TUF-23-Recap-Episode-10-106853


_________________
GSP, mesmo não sendo mais campeão, vai derrotar qualquer um que aparecer. Ele perderá quando enfrentar Matt Brown porque perdeu pra Hughes e Serra.

Carlos Condit rumo à cinta da WW! Lawler VS Condit II pra ontem!

Status atual: torcendo pra criarem a categoria cruzador (até 106kg ou 235lbs) no UFC porque é muita diferença de peso entre LHW e HW, pro UFC abrir mais categorias femininas e pro UFC voltar a ter concorrentes de peso tipo o WEC, o PRIDE e o Strikeforce. Ray Sefo e Scott Coker, tamo junto! Reebok, pro inferno!

Khabib Nurmagomedov será o primeiro campeão russo do UFC. Isso é, se o UFC for justo e ele deixar de ser de vidro.

TUF de FLYs, aí sim!

MMA é o esporte mais previsível onde imprevistos acontecem, porque não importa se a luta é entre Matt Hamill e Ryan Bader ou entre Rashad Evans e King Mo, ou então entre Fedor Emelianenko e Joe Kavey ou entre Jon Jones e Craig Allen: fechou o cage, qualquer um dos dois pode ganhar.
Ver perfil do usuário
Tá, eu quero ver esse episódio porque se eu entendi certo uma deixou a
outra molhadinha, certo?


_________________
Fedor do pride e affliction > John Jones > George St Pierre > José Aldo > Shogum do pride > Dan Henderson na lhw do strikeforce > Co-Crop > Wanderley Silva do pride > Vitor Belfor fazendo trt > Cristiane Ciborg > Chuck Lidell > Lioto Machida > Kasushi Sakuraba antes do Wand > Anderson Silva sério > BJ Penn na lw antes do Frank Edgar > Renan Barão > Ronda Rousey > Chad Mendes > Igor Vovichanchy antes de perder pro Mark Coleman > Demetrios Johnson na flw > Hector Lombard no belator
Ver perfil do usuário
BetoSalazar escreveu:Tá, eu quero ver esse episódio porque se eu entendi certo uma deixou a
outra molhadinha, certo?
Ih, ó o cara, todo gozadinho essa madrugada... rindo muito rindo muito rindo muito rindo muito rindo muito rindo muito rindo muito


_________________
GSP, mesmo não sendo mais campeão, vai derrotar qualquer um que aparecer. Ele perderá quando enfrentar Matt Brown porque perdeu pra Hughes e Serra.

Carlos Condit rumo à cinta da WW! Lawler VS Condit II pra ontem!

Status atual: torcendo pra criarem a categoria cruzador (até 106kg ou 235lbs) no UFC porque é muita diferença de peso entre LHW e HW, pro UFC abrir mais categorias femininas e pro UFC voltar a ter concorrentes de peso tipo o WEC, o PRIDE e o Strikeforce. Ray Sefo e Scott Coker, tamo junto! Reebok, pro inferno!

Khabib Nurmagomedov será o primeiro campeão russo do UFC. Isso é, se o UFC for justo e ele deixar de ser de vidro.

TUF de FLYs, aí sim!

MMA é o esporte mais previsível onde imprevistos acontecem, porque não importa se a luta é entre Matt Hamill e Ryan Bader ou entre Rashad Evans e King Mo, ou então entre Fedor Emelianenko e Joe Kavey ou entre Jon Jones e Craig Allen: fechou o cage, qualquer um dos dois pode ganhar.
Ver perfil do usuário
Episódio 11 do TUF: Amanda Bobby Cooper vence Lanchana Green com um mata-leão no final do primeiro round e é a primeira finalista do TUF 23.

O episódio começa com Miesha Tate, atual campeã WBW do UFC, aparecendo nos treinos de Claudinha Gadelha - que está fazendo parte de seu treinamento para a disputa de cinturão na Xtreme Couture, academia de Tate - e elas juntamente com Cooper e Green treinam principalmente quedas.

Cooper está com sérios problemas para bater o peso de 115lbs e está preocupada porque acha que nem vai chegar perto das 116lbs limite.

Claudinha Gadelha fala pras câmeras que não consegue treinar Cooper e Green para se enfrentarem porque todos ali são um time e uma família. Ela diz que eles estarão na luta mas não farão corner de nenhuma das duas. Nisso Cooper decide fazer o restante do treinamento com Andrew Sanchez, também do seu time, e com quem ela pegou muita amizade dentro da casa.

Na noite seguinte, com todo mundo entediado, os lutadores organizam um campeonato de boliche com uma bola de borracha e garrafas de água. Todos se divertem bastante, Lanchana Green vence e ganha uma medalha simbólica feita de papel.

Em seguida mostram como os treinos dela (Green) estão. Ela chora na frente das câmeras dizendo que ao mesmo tempo que não queria enfrentar uma parceira de time (e terá que enfrentar duas, já que nenhuma atleta de Joanna Jędrzejczyk se classificou para as semifinais femininas), ela quer demais vencer o programa. Ela também chora quando fala de seus sonhos.

O foco é mudado para o time de Joanna e os treinamentos pesados que Josh Stanbury e Khalil Rountree estão fazendo. A luta deles será a última do programa.

Enquanto isso, Cooper vai dormir com peso extra e acorda preocupada em ter que fazer as malas. o time dá o maior apoio pra ela bater o peso, mas ela perdeu apenas uma libra. Uma hora antes da pesagem, ela ainda está na sauna e sofrendo. Sua energia está baixa e ela parece péssima.Como WFLY natural, perder peso 3 vezes no programa está sendo demais pra ela. Todos no time estão preocupados, e Green torce pra ela bater o peso porque não quer ir parar nas finais só porque Cooper não bateu o peso.

Na pesagem oficial, Cooper pesa 117,5lbs e tem uma hora pra perder essa uma libra e meia excedente. Enquanto Green bate as 115lbs de primeira.

O time de Claudinha enche um barril com água quente e Cooper senta nele para suar. Eles a envolvem em toalhas quando ela sai e a colocam na banheira de água quente. Ela volta pra balança, tem que tirar toda a roupa mas bate as 116lbs de limite máximo de peso, sendo assim liberada para lutar.

E com isso, a luta começa.

Ambas circulam o cage, trocam alguns jabs e erram uns cruzados. Cooper encurta a distância para acertar a cabeça de Green, mas os três socos não pegam em Green por pouco. Green acerta um bom overhand mas Cooper responde com um chute na cabeça parcialmente bloqueado. Green tenta acertar outros golpes mas Cooper consegue quedar no single-leg. Ela tenta passar pra direita mas recebe um upkick, mas no final cai na posição de 100kg. Porém ela não consegue manter Green nessa posição, que logo recupera a guarda.

Cooper acerta uns socos e cotoveladas até que consegue a posição de 100kg faltando um minuto e meio pra acabar o round. Green tenta explodir e rolar para ficar em uma posição melhor, mas Cooper consegue pegar as costas e prender os ganchos. Ela tenta encaixar um mata-leão, apertando pra esquerda. E Green, sem saber como sair da posição el acaba batendo em desistência.

Green fica devastada e chora com a bandeira da Inglaterra no vestiário enquanto Cooper fica aliviada de vencer depois de tanta luta contra a balança.

O episódio termina com cenas do próximo episódio, onde acontecerão as duas lutas finais (Tatiana Suarez VS Kate Jackson e Josh Stansbury VS Khalil Rountree) e uma encarada entre Claudinha e Joanna onde Dana White terá que intervir.

http://www.sherdog.com/news/articles/TUF-23-Recap-Episode-11-107107


_________________
GSP, mesmo não sendo mais campeão, vai derrotar qualquer um que aparecer. Ele perderá quando enfrentar Matt Brown porque perdeu pra Hughes e Serra.

Carlos Condit rumo à cinta da WW! Lawler VS Condit II pra ontem!

Status atual: torcendo pra criarem a categoria cruzador (até 106kg ou 235lbs) no UFC porque é muita diferença de peso entre LHW e HW, pro UFC abrir mais categorias femininas e pro UFC voltar a ter concorrentes de peso tipo o WEC, o PRIDE e o Strikeforce. Ray Sefo e Scott Coker, tamo junto! Reebok, pro inferno!

Khabib Nurmagomedov será o primeiro campeão russo do UFC. Isso é, se o UFC for justo e ele deixar de ser de vidro.

TUF de FLYs, aí sim!

MMA é o esporte mais previsível onde imprevistos acontecem, porque não importa se a luta é entre Matt Hamill e Ryan Bader ou entre Rashad Evans e King Mo, ou então entre Fedor Emelianenko e Joe Kavey ou entre Jon Jones e Craig Allen: fechou o cage, qualquer um dos dois pode ganhar.
Ver perfil do usuário
No último episódio do TUF 23, Khalil Rountree nocauteia Josh Stansbury no primeiro round e é o único representante do Team Joanna nas finais enfrentando Andrew Sanchez, enquanto Tatiana Suarez finaliza Kate Jackson no primeiro round e enfrenta Amanda Bobby Cooper na final.

O episódio começa com Cooper e Jackson se divertindo na piscina e logo em seguida mostra Suarez e Jackson na hidromassagem conversando. Ambas não queriam essa luta não só por serem do mesmo time, mas por terem criado companheirismo e até terem dividido a mesma cama no programa.

Claudinha Gadelha diz pras câmeras que não aposta em uma vencedora. Jackson não se diz intimidada por Suarez, mas está preocupada com o wrestling dela. Suarez, por sua vez, diz que está treinando mais que Jackson e que a vitória significa muito mais pra ela que pra Jackson.

Depois da pesagem e de várias cenas de treino, a luta das duas começa com Herb Dean de árbitro central. Kate Jackson mantém distância mas Tatiana Suarez encurta e a derruba com 25 segundos de luta. Suarez tenta acabar a luta no ground and pound mas Jackson consegue recupera a meia guarda. Suarez tenta passar pra esquerda, dá socos e cotoveladas, mas Jackson se defende bem. No que Jackson tenta levantar usando a grade, Suarez encaixa uma guilhotina do qual ela não consegue escapar, e com isso Tatiana Suarez é a segunda finalista feminina e a terceira finalista do Team Gadelha. Ambas estão emocionadas e ficam para assistir a luta dos rapazes.

Stansbury está animado para enfrentar Rountree, mas se sente meio ruim por não enfrentar Cory Hendricks, que saiu da disputa por conta de lesão no ombro e pescoço. Também há a pesagem e cenas de treino, antes da luta começar com Jason Herzog de árbitro central.

Josh Stansbury começa com um chute na perna, que Khalil Rountree defende com um direto de esquerda e um chute no abdômen. Depois Rountree é derrubado por um soco de esquerda, mas nada grave. Depois de dois minutos, ambos diminuem o ritmo e trocam alguns golpes, e nessa Rountree começa a sangrar pelo nariz. Com uma canelada de Stansbury nas costelas, Rountree está sangrando e sem ar.

Porém, faltando menos de um minuto para terminar a luta, Rountree consegue virar o jogo. Ele acerta um direto limpo no queixo de Stansbury, que balança e mal consegue ficar de pé. Rountree fecha a conta com um chute no peito e vários socos, mesmo com Stansbury caído. Ele é assim que Khalil Rountree passa pras finais e vai enfrentar Andrew Sanchez.

E terminando o programa, Dana White faz as encaradas entre Cooper e Suarez, entre Rountree e Sanchez e entre Claudinha e Joanna. Ambas começam a se provocar e quase iniciam uma briga, com Dana White tendo que apartar.

Mas a tal "briga" que as duas disseram ter tido nos bastidores, que fecharia com chave de ouro o programa, não é mostrada e o programa acaba ali.

http://www.sherdog.com/news/articles/TUF-23-Recap-Episode-12-107453


_________________
GSP, mesmo não sendo mais campeão, vai derrotar qualquer um que aparecer. Ele perderá quando enfrentar Matt Brown porque perdeu pra Hughes e Serra.

Carlos Condit rumo à cinta da WW! Lawler VS Condit II pra ontem!

Status atual: torcendo pra criarem a categoria cruzador (até 106kg ou 235lbs) no UFC porque é muita diferença de peso entre LHW e HW, pro UFC abrir mais categorias femininas e pro UFC voltar a ter concorrentes de peso tipo o WEC, o PRIDE e o Strikeforce. Ray Sefo e Scott Coker, tamo junto! Reebok, pro inferno!

Khabib Nurmagomedov será o primeiro campeão russo do UFC. Isso é, se o UFC for justo e ele deixar de ser de vidro.

TUF de FLYs, aí sim!

MMA é o esporte mais previsível onde imprevistos acontecem, porque não importa se a luta é entre Matt Hamill e Ryan Bader ou entre Rashad Evans e King Mo, ou então entre Fedor Emelianenko e Joe Kavey ou entre Jon Jones e Craig Allen: fechou o cage, qualquer um dos dois pode ganhar.
Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 5 de 5]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum