Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Policia australiana descobre verdadeiro “Clube da Luta”

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Policia australiana descobre verdadeiro “Clube da Luta”
Assassinatos, tráfico, ligação com a máfia, lutadores e estrelas australianas ligadas a um clube da luta e desta vez não é filme de ficção

Uma reportagem recente do site Bloodyelbow mostra a real possibilidade de um clube da luta na Austrália. Em 11 de agosto de 2014 um homem chamado Bradley Dillon foi assassinato no lado de fora de um shopping em Leichardt em Sydney, Austrália. O homem de 25 anos, pai de dois filhos, foi baleado no peito com um tiro à queima-roupa. Testemunhas descreveram dois homens correndo da cena. Na investigação que se seguiu, a divisão de homicídios local descobriu o que eles acreditam ser uma organização secreta chamada Saint Michael Christian Brothers Fight Club que está ligada aos assassinos de Dillon, e também a uma série de lutadores amadores e um ícone do boxe australiano. Mesmo assim, pouco se sabe sobre o clube Saint Michael Christian Brothers. Algumas fontes locais anônimas disseram que o clube nasceu de um interesse comum entre academias de artes marciais locais (especialmente Muay Thai).


“Clube da luta” é um dos filmes mais elogiados pela crítica mundial.

Mas com o tempo esse clube mudou sua ideologia , ao invés de um duelo entre artes marciais distintas, passou a se tornar algo como uma gangue de motoqueiros fora da lei. Atividades regulares aconteciam no St Michael Christian Brothers Fight Club incluiam treinamentos de Muay Thai e a noite ocorriam lutas ilegais, onde até ingressos eram comercializados para essas lutas. Semanas depois do assassinato de Dillon, a polícia australiana prendeu Diego Carbone – que tinha 23 anos na época, Carbone se preparava para fugir da Austrália para a Tailândia. Os investigadores conseguiram descobrir que Carbone é supostamente um membro do clube da luta. Enquanto a polícia investigava Carbone supostamente por uma dívida não paga, começaram a desvendar informações surpreendentes sobre o clube da luta, que estão ligadas a outro assassinato e uma grande celebridade australiana. No entanto, foi outro suposto membro do clube da luta que os investigadores realmente queriam encontrar.

Antonio “Tony Bang” Bagnato, um lutador de Muay Thai. Bagnato, que a polícia alega ser o segundo homem correndo na cena da morte de Bradely Dillon no shopping, chegou à Tailândia apenas 48 horas após a morte de Dillon. Em dezembro de 2015 Bagnato foi preso por autoridades tailandesas por seu suposto envolvimento em outro assassinato, que supostamente tem a ver com tráfico de drogas local. Ambas polícias australiana e tailandeses suspeitam que Bagnato estava envolvido com tráfico de drogas. Bagnato está preso na Tailândia desde 2014 e deverá ser julgado por um tribunal militar local ainda esse ano. Se for considerado culpado, ele pode ser condenado à morte (embora raramente a Tailândia realiza esse tipo de execuções). As autoridades da Austrália querem prender Bagnato, embora seja improvável que a Tailândia vai extraditá-lo. Agora mais um nome forte está vinculado ao clube da luta (Saint Michael Christian Brothers Fight Club) esse none é o de Jeff Fenech, um ex-boxer da federação internacional de boxe peso galo, e Super peso galo e peso pluma pelo conselho mundial de boxe. Jeff Fenech de 51 anos também foi um concorrente na versão australiana do programa ¨Aprendiz celebridade¨. Fenech nega veementemente qualquer conhecimento sobre as atividades do clube, apesar de ser fotografado com os membros presumíveis do clube na sua página do Facebook e sendo citado pelo grupo como apoiador da organização.

O clube também ostentava uma ligação com o boxeador australiano e lutador de MMA Lucas Browne e também com o grande boxer “Sugar” Shane Mosley. Em janeiro de 2016, a Comissão de Crime NSW da Austrália questionou Fenech sobre o Saint Michael Christian Brothers Fight Club. Fenech, que foi supostamente um convidado especial do clube em um evento fechado em 2012, foi acusado de perseguir e intimidar um policial e negligenciar informações a um membro da comissão de investigação, Fenech nega qualquer envovimento com crimes ligados ao clube da luta, este mês ele é aguardado em um tribunal para novos esclarecimentos.

http://mmapremium.com.br/48833/policia-australiana-descobre-verdadeiro-clube-da-luta/


_________________
Ver perfil do usuário
Depois que aqui no Brasil falaram de fazer uma espécie de Tinder para brigadores de rua, não duvido de mais nada.

Apesar que, com a forma que o filme teve sucesso, já estava mais do que na hora de alguém imitar a arte na vida real.


_________________
GSP, mesmo não sendo mais campeão, vai derrotar qualquer um que aparecer. Ele perderá quando enfrentar Matt Brown porque perdeu pra Hughes e Serra.

Carlos Condit rumo à cinta da WW! Lawler VS Condit II pra ontem!

Status atual: torcendo pra criarem a categoria cruzador (até 106kg ou 235lbs) no UFC porque é muita diferença de peso entre LHW e HW, pro UFC abrir mais categorias femininas e pro UFC voltar a ter concorrentes de peso tipo o WEC, o PRIDE e o Strikeforce. Ray Sefo e Scott Coker, tamo junto! Reebok, pro inferno!

Khabib Nurmagomedov será o primeiro campeão russo do UFC. Isso é, se o UFC for justo e ele deixar de ser de vidro.

TUF de FLYs, aí sim!

MMA é o esporte mais previsível onde imprevistos acontecem, porque não importa se a luta é entre Matt Hamill e Ryan Bader ou entre Rashad Evans e King Mo, ou então entre Fedor Emelianenko e Joe Kavey ou entre Jon Jones e Craig Allen: fechou o cage, qualquer um dos dois pode ganhar.
Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum