Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Tanquinho analisa cenário do Jiu-Jitsu: 'Questão de tempo para os gringos passarem os brasileiros'

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Tanquinho analisa cenário do Jiu-Jitsu: 'Questão de tempo para os gringos passarem os brasileiros'


Augusto Tanquinho foi do céu ao inferno em janeiro deste ano. Após ver sua estreia no UFC anunciada para o dia 17 de janeiro, o faixa-preta se lesionou no dia seguinte e foi cortado do card. Entrou em ação em fevereiro, quando começou com o "pé esquerdo" na organização e sofreu um nocaute técnico para Cody Garbrandt. Porém, nada que abale o atleta, que já está se recuperando e empolgado com a "nova casa". O campeão mundial de Jiu-Jitsu sabe que terá que estar muito bem preparado para brilhar na maior franquia de MMA do mundo, mas está pronto para o desafio. Desafios, inclusive, foram a motivação principal de Tanquinho ao migrar para o MMA, estreando em 2014.

"Quando eu fiz a transição para o MMA, eu ganhava muito mais dinheiro no Jiu-Jitsu. Eu tinha acabado de ser campeão mundial de quimono na faixa preta, então, definitivamente, o Jiu-Jitsu me dava mais retorno. Mas eu queria me testar e ter novos desafios e motivações, e foi o que eu fiz. Quero ser campeão mundial no MMA também", revelou o faixa-preta em entrevista exlusiva à TATAME.

Tanquinho ainda aproveitou para elogiar o momento financeiro do Jiu-Jitsu em geral, em que algumas organizações têm sido capazes de melhorar as premiações aos atletas, como a IBJJF fez recentemente e a UAEJJF já vem colocando em prática há certo tempo, com bons valores oferecidos aos lutadores.

"Está melhorando muito. Lógico que pode melhorar ainda mais, mas estamos no processo. Acredito que a IBJJF e a UAEJJF estão fazendo um ótimo trabalho e, aos poucos, os atletas estão sendo mais profissionais e agindo como profissionais. Não adianta as pessoas ficarem criticando a federação para premiar mais, se os atletas são mal educados e continuam agindo como amadores", acredita a fera Augusto Tanquinho.


O Jiu-Jitsu sempre foi uma modalidade completamente dominada por atletas brasileiros, mas cada vez mais tem surgido talento estrangeiro do mesmo nível dos grandes atletas nacionais. Tanquinho direciona este aprimoramento dos "gringos" a uma maior dedicação nos treinos e no dia a dia do esporte.

"O brasileiro tem o talento, mas tem a preguiça também. Os gringos, de um modo geral, têm a mentalidade de trabalhar duro, pois assim o resultado aparece, e assim eles vão conquistando o espaço deles, ainda mais agora que a maioria dos grandes professores do Jiu-Jitsu estão aqui nos EUA ensinando direto para eles. Então, é questão de tempo para eles passarem os brasileiros. Lógico que tem as exceções... Têm vários brasileiros que sabem da importância de treinar duro e treinam tanto ou até mais que os gringos, e por isso ainda somos os campeões. Acredito que quem quer viver do esporte tem que se dedicar a isso e treinar muito, porque, por exemplo, nunca vi alguém ser campeão de um mundial da IBJJF na faixa preta sem estar muito bem treinado... A mesma coisa nas outras faixas. Tem que ser mais profissional em tudo, da alimentação ao horário do treino, do respeito no tatame, até a conduta nas competições... É a evolução do esporte".


http://www.tatame.com.br/tatame/jiu-jitsu/tanquinho-analisa-cenario-do-jiu-jitsu-questao-de-tempo-para-os-gringos-passarem-os-brasileiros


_________________
Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum