Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Morre um dos maiores boxers da história: Hector "Macho" Camacho.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Morre ex-boxeador porto-riquenho Héctor "Macho" Camacho

O ex-boxeador porto-riquenho Héctor "Macho" Camacho morreu aos 50 anos de idade devido ao disparo que recebeu no rosto na última terça-feira, confirmou hoje o diretor do Centro Médico de San Juan, Ernesto Torres.
O médico explicou em entrevista coletiva que os últimos exames realizados no ex-campeão mundial em três categorias diferentes certificaram sua morte cerebral.
Camacho foi atingido por um tiro na noite de terça, aparentemente em uma emboscada, quando entrava em seu carro em frente a um shopping center na região metropolitana de San Juan. Um homem que o acompanhava também foi baleado e morreu.
Ernesto Torres disse que "Macho" Camacho perdeu a última luta de sua vida após quase dois dias nos quais os médicos esperaram o máximo possível para dá-lo como morto.
O médico ressaltou o diagnóstico de morte cerebral, e disse que a família do ex-boxeador decidirá amanhã se desligará o respirador artificial que o mantém vivo. Segundo ele, o pai de "Macho" Camacho manifestou o desejo de que os órgãos de Camacho sejam doados.
A decisão de quando desligar os aparelhos, esclareceu, será tomada depois da chegada à ilha do filho do ex-pugilista, Héctor Camacho Jr, que está em Nova York.
O ex-boxeador recebeu um disparo na noite de terça-feira perto de um shopping center em Bayamón, cidade da região metropolitana de San Juan. No incidente, também morreu seu amigo Alberto Yamil Mojica Moreno, que o acompanhava e era fichado pela polícia por tráfico de drogas.
"Macho" Camacho recebeu um tiro na mandíbula que fraturou suas vértebras cervicais números 5 e 6 e provocou uma lesão na artéria carótida que interrompeu o fluxo de sangue em direção ao cérebro.
O assassinato do ex-boxeador foi o desfecho para a intensa vida de um atleta que para quem o ringue foi tudo, mas que da mesma forma que muitos outros pugilistas seguiu o rumo das drogas, do álcool e de acusações de violência doméstica.
Camacho iniciou seus problemas com a justiça em 2005, quando foi acusado de posse de drogas (ecstasy), problema que se repetiu dois anos mais tarde, quando se declarou culpado de estar sob efeito de álcool em um incidente nos Estados Unidos no qual pretendia levar um computador de uma loja sem pagar.
Em setembro de 2011, o veículo de Macho "Camacho" foi baleado em San Juan em um episódio pouco claro no qual o boxeador disse ter sido vítima de uma tentativa de agressão.
Os últimos anos do ex-boxeador, porém, não mancham sua espetacular carreira nos ringues. Nascido em Bayamón, foi criado em Nova York, onde fez sua estreia profissional em 1980.
Camacho começou assim uma ascensão meteórica para o excêntrico boxeador, que após 21 vitórias seguidas teve a primeira oportunidade de lutar por um título mundial, em 7 de agosto de 1983, e não a desperdiçou, ao se impor em cinco rounds no combate com o mexicano Rafael Limón.
Camacho continuou defendendo com sucesso seu cinturão da categoria 59 quilos até que decidiu subir para o peso leve do CMB (Conselho Mundial de Boxe), derrotando por decisão unânime o mexicano José Luis Ramírez em 10 de agosto de 1985, em Las Vegas.
Em junho do ano seguinte, enfrentou o também porto-riquenho Edwin 'Chapo' Rosario, a quem derrotou por decisão dividida em luta realizada no Madison Square Garden, em Nova York.
Três anos depois, em 6 de março de 1989, Camacho conquistou seu terceiro título, desta vez o dos meio-médio júnior da Organização Mundial de Boxe (OMB), vencendo Ray 'Boom Boom' Mancini.
Camacho sofreu em 1991 sua primeira derrota, para Greg Haugen, por decisão dividida quando defendia seu cinturão conquistado dois anos antes, mas na revanche o porto-riquenho o tomou de volta ao derrotá-lo com o mesmo resultado.
Camacho subiu pela última vez em um ringue em 14 de maio de 2010, quando perdeu por decisão unânime para o mexicano Saúl Durán, antes de pendurar as luvas com um cartel de 79 vitórias, seis derrotas e três empates.

http://esportes.terra.com.br/lutas/boxe/morre-ex-boxeador-porto-riquenho-hector-macho-camacho,9df90c2f6382b310VgnCLD2000000dc6eb0aRCRD.html


_________________
VOLTA, WILLIAN!
Ver perfil do usuário
Era uma figura...

Que repouse em paz!


_________________
mitoso escreveu:Tu ta se matando pra provar uma coisa que todo mundo sabe. Um fato...
Ver perfil do usuário
Descanse em paz, nobre Camacho.


_________________
VOLTA, WILLIAN!
Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum